10 fotos tiradas por drones que mostram lugares proibidos
loading...

10 fotos tiradas por drones que mostram lugares proibidos

Muitos lugares que permaneceram restritos por décadas hoje podem ser acessados por Drones. Confira a seguir 10 fotos feitas por drones em lugares proibidos:

1. Área 51 – Estados Unidos

É uma área secreta do governo norte-americano onde se fazem experiências ou tratam alguns dos dados mais confidenciais dos Estados Unidos. Por ser isolada, e pelos trabalhos realizados no local, é comum que seja associados avistamentos de extraterrestres e experiências peculiares.

2. Tesla – Rússia

Uma invenção de Nikola Tesla, essa bobina produz descargas elétricas a vários metros de distância. Essa bobina fica a 40km de Moscovo e é constantemente vigiada.

3. Aleppo – Síria

A destruição dessa cidade foi filmada por aviões não tripulados e mostra o rastro deixado pela guerra.

4. Fukushima – Japão

Após um Tsunami, após um sismo de magnitude 9, atingiu Okuma, outro desastre nuclear destruiu a central nuclear Fukushima. Os habitantes da região, mais de 150 mil pessoas, foram obrigadas a deixar a cidade, tornando-a uma cidade fantasma

5. Cidade Proibida de Pequim – China

Essa região pode ser visitada em determinados horários, porém é proibido sobrevoá-la. O responsável por essas imagens, Trey Ratcliff, foi expulso da China. É possível visitar o palácio imperial e a sede do governo chinês.

6. Debaltsevo – Ucrânia

O resultado dos conflitos entre as forças militares pró-russas e ucranianas. Chamada de Caldeira de Debaltsevo, essa é área onde aconteceu uma batalha em fevereiro de 2015.

7. Tar Heel – Estados Unidos

O drone de Marcos Devries desvendou as práticas da Smithfield Foods, uma empresa de carnes. Os desperdícios e matança de animais são despejados em um lago artificial. Sua coloração vermelha é por conta do sangue.

8. Kazantyp – Crimeia

A central nuclear de crimeia é uma construção que foi interditada. Começou a ser erguida em 1976, mas a instabilidade geológica do lugar obrigou os responsáveis a abandonarem o projeto. Entre os anos de 1993 e 1999, nessa região era realizado o festival de música Kazantip – ou Reaktor. Mas, em 2005, a região foi comprada por privados.

9. Spitsbergen – Noruega

São mais de 39 mil km², localização de um bunker – estrutura subterrânea construída para resistir a projéteis de guerra – construído pelo governo norueguês em 2007. Uma espécie de “arca de noé” onde são guardadas as mais variadas sementes do mundo, para o caso de um desastre nuclear ou extinção devido a alterações climáticas.

10. Pripyat – Ucrânia

Foi palco do maior desastre nuclear da história da humanidade. Essa cidade foi contaminada depois da explosão na central de Chernobyl. Sistema antimísseis da cidade, que se encontrava junto a Chernobyl, o Duga-3.

Fonte: [Observador]

Você também deve apreciar:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *