Alienígenas que enviaram sinais de rádio podem já estar mortos, diz cientista
loading...

Alienígenas que enviaram sinais de rádio podem já estar mortos, diz cientista

Em Março foram detectados sinais das rajadas mais fortes de rádio já interceptadas na história a detecção FRB 180301 através do rádio telescópio Parkes da CSIRO por uma equipe de astrônomos. Veja mais informações ao final do artigo.

Entretanto equipes do Instituto SETI e da Universidade da Califórnia afirmam que, se transmissões de extraterrestres de uma galáxia distante chegarem à Terra, eles já podem estar mortos.

Seus dados são baseados no incrível período de tempo que levaria um sinal para percorrer o comprimento da galáxia conhecida – cerca de 100.000 anos.

Claudio Grimaldi, da Escola Politécnica Federal de Lausanne, disse que era provável que qualquer cultura alienígena teria desaparecido até então.

 Image result for radio alien

Ele acrescentou:

Se a civilização emitiu do outro lado da galáxia, quando o sinal chegar aqui, a civilização já terá ido.

O cientistas agora está pesquisando porque os seres humanos ainda não encontraram (oficialmente, é claro) a vida alienígena.

Suas declarações ocorrem logo após fascinantes novas filmagens que capturaram o momento em que um piloto de jatos militares da Marinha dos EUA viu um suposto OVNI.

Em grande velocidade, o OVNI passa abaixo do caça estadunidense (o vídeo pode ser visto clicando aqui).

O encontro extraordinário pode provar que os humanos podem mesmo ter visto alienígenas sem sair da Terra.

Mas, a humanidade pode fazer sua primeira excursão para Marte já no próximo ano, depois que o bilionário tecnológico Elon Musk disse que está desenvolvendo naves espaciais que serão projetadas para alcançar o planeta distante.

Ele disse:

Estamos construindo a primeira nave Marte ou interplanetária, e acho que serei capaz de fazer viagens curtas, vôos curtos para cima e para baixo, até o primeiro semestre do próximo ano.

Musk admitiu mais tarde que o prazo era otimista, dizendo: “Às vezes, minhas linhas de tempo são um pouco… você sabe “.

A DETECÇÃO FRB 180301

Detecção da FRB 180301 com o instrumento do rádio telescópio Parkes da CSIRO: o painel superior mostra o pulso disperso, enquanto o painel inferior mostra a estrutura de frequência com o pulso disperso em 340 MHz da banda observada. Imagem: Breakthrough Listen

As Rajadas Rápidas de Rádio apesar de serem absurdamente potentes, não aparecem em padrões. Elas vêm de muitas partes diferentes do céu, mas parece que apenas duas já vieram da mesma fonte: FRB 121102, que pode ter vindo de uma estrela de nêutrons. As outras aparecem quase aleatoriamente, tornando-as difíceis de estudá-las. Além disso, apenas 33 já foram observados.

Poderia este ser um caso de linguagem interestelar se perdendo na tradução? Bem, parece que as Rajadas Rápidas de Rádio permanecerão sendo um mistério.

(Fonte)

É claro que o cientistas está correto quando diz que civilizações que estavam a 100.000 anos-luz da Terra e transmitiram sinais de rádio, já podem estar extintas. Mas o que ele não falou é que outras civilizações podem ter surgido, substituindo àquelas antigas civilizações, ou ainda que uma determinada civilização possa até mesmo ter evoluído tanto após este longo período, chegando ao ponto de não necessitar mais de um corpo biológico, nem sinais de rádio. As possibilidades são tão vastas quanto o Universo.

Quanto ao vídeo do OVNI filmado pela Marinha dos Estados Unidos, sendo este o terceiro de prometidos 24 vídeos, parece que, ou a revelação final está vindo a conta-gotas, ou eles estão aprontado o cenário para pregar uma peça na humanidade.

Espero que seja a primeira opção.

(Fonte)

Você também deve apreciar: