Anasazi, o povo enigmático ancestral que a Natureza não perdoou
loading...

Anasazi, o povo enigmático ancestral que a Natureza não perdoou

A história é implacável com as civilizações que descuidaram das consequências ecológicas de seus atos. Um ótimo exemplo disso é o dos anasazis, o misterioso povo que habitou o sudoeste dos Estados Unidos antes da chegada de Colombo.

“Os antigos”, como os índios navajos os chamavam, notabilizaram-se, entre outros motivos, por avanços na agricultura, pela qualidade da cerâmica e dos adornos com pedras preciosas e pelas represas e centenas de quilômetros de estradas que construíram. Mas sua marca registrada são os pueblos, edificações com até cinco andares sustentadas por vigas de madeira que, antes do surgimento dos primeiros arranha-céus em Chicago, na década de 1880, eram as mais altas construções da América do Norte.

Os principais pueblos localizavam-se em Chaco Canyon, no noroeste do Novo México. Ali a sociedade anasazi desenvolveu-se de 600 d.C. até a segunda metade do século 12, e em seu auge Pueblo Bonito, o principal reduto da região e misto de centro político, econômico e religioso, abrigou cerca de 1.200 habitantes – 25% de toda a população do cânion.

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *