Bela Lua crescente encontra Vênus, Mercúrio e Regulus hoje à noite
loading...

Bela Lua crescente encontra Vênus, Mercúrio e Regulus hoje à noite

Suspensa dramática e brilhantemente no oeste durante a noite de domingo, 15 de julho, estará uma brilhante “estrela” e o crescente lunar: Um encontro de Vênus e da Lua ao entardecer e início da noite. O casal cósmico será muito atraente se o céu onde voce esta estiver limpo. Além disso, olhe com cuidado um pouco para o canto inferior esquerdo do par e voce verá a estrela Regulus brilhar para longe, é a principal (alpha) estrela da constelação do Leão, e .você também pode pegar o planeta Mércurio muito mais à esquerda.

 

A Lua e Vênus terão uma bela conjunção no domingo, 15 de julho, com a companhia de Regulus e Mercúrio.

Olhe para eles a oeste, na direção do por do sol enquanto o crepúsculo se desvanece. A melhor visualização provavelmente será de cerca de 40 a 60 minutos após o horário local do pôr-do-sol. Cace pelo par brilhante muito cedo, e o céu ainda será muito brilhante para exibi-los bem. Olhe tarde demais, e eles estarão afundando muito no horizonte à caminho para sair do cenário.

Além disso, olhe com cuidado um pouco para o canto inferior direito do par e voce verá a estrela Regulus brilhar para longe, é a principal (alpha) estrela da constelação do Leão. Ela estará um pouco menos de 1% tão brilhante quanto Vênus.

Vênus ao entardecer de Maio de 2018.

Além disso, você também pode pegar o planeta Mercurio muito mais à direita. Uma linha de Vênus através de Regulus aponta diretamente para o planeta mensageiro dos deuses. Binóculos vão ajudar. (Todas as descrições são para espectadores na América do Norte.)

O quão próximos a Lua e Vênus realmente aparecerão depende de onde você está. Visto ao entardecer no fuso horário do Leste, eles aparecerão separados por cerca de 2 ° – duas vezes a largura do seu dedo ao comprimento do braço. Visto do Ocidente, eles estarão a menos de um dedo de distância – apenas ½ °!

Dentro do crescente iluminado pelo sol, você pode notar o resto da lua brilhando vagamente. O que você está vendo é chamado earthshine. É a reflexão do brilho da Terra na superfície lunar iluminando a paisagem lunar noturna – da mesma forma que a Lua cheia ilumina paisagens noturnas na Terra.

Se você tem um telescópio, este é um bom momento para tirá-lo do armário. Além de características na Lua, ele mostrará que Vênus tem um minúsculo e deslumbrante disco giboso – demonstrando que este planeta tem suas próprias fases semelhantes à Lua.

Os pares Lua-Vênus não são incomuns, mas este é mais dramático que a maioria. Sempre que Vênus brilha no céu crepuscular, como tem sido desde o final do inverno (verão no hemisfério sul), a Lua crescente a passa uma vez por mês – embora geralmente não tão de perto. Por exemplo, eles aparecerão muito mais longe nos próximos encontros, em 13 de agosto e 11 de setembro (novamente na América do Norte), e também estarão mais perto do horizonte.

A glória de um emparelhamento Lua-Vênus é que estes são os dois objetos astronômicos mais brilhantes do nosso céu noturno depois do Sol. A Lua parece brilhante porque está tão perto de nós: cerca de 240.000 milhas (média), A Lua está 100 vezes mais perto de nós do que o planeta Vênus já chegou da Terra.

“O planeta mais próximo” geralmente significa Vênus, que esta mais perto de nós como planeta e também perto do Sol, por isso fica muito iluminado. E está coberto de nuvens brancas altamente refletivas. “Encontro”, no entanto, é sempre uma coisa relativa em astronomia. Vênus e a Lua podem se parecer com encantadores companheiros na noite de domingo, mas Vênus, que esta a 88 milhões de quilômetros de distância da Terra, estará 380 vezes mais distante de nós.

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *