Cannabis pode de fato matar células cancerígenas, assume governo dos EUA
loading...

Cannabis pode de fato matar células cancerígenas, assume governo dos EUA

Yes, girl! Patrocinadores duvidaram do desempenho da atleta após gravidez e corredora ficou sem apoio financeiro. Esta semana ela bateu recorde do invencível Bolt.

Após dois meses de uma gestação de risco com pré-eclâmpsia e uma cesariana com 32 semanas, a corredora Allyson Felix voltou a correr e ainda conquistou esta semana sua 12ª medalha de ouro, superando o jamaicano Usain Bolt, que tem 11 medalhas.

O título que foi desacreditado por muitos patrocinadores quando a corredora engravidou!

Na época, eles alegavam que ela não teria um bom desempenho após gravidez. Eu acho que eles se enganaram bonito, não?

Atleta bateu o record de Bolt

Allyson mostrou e representou a força das mulheres e venceu o segundo segmento no estafeta mista 4×400 metros no Mundial de Doha.

Direito das mulheres no esporte

A atleta tem uma luta constante pelos direitos das mulheres no esporte, já que casos como o dela, são bem comuns.

Após gravidez de risco, ela voltou a treinar e conquistou a medalha!

“Eu tive que lutar muito este ano – pela minha saúde, pela minha filha, pelas mulheres e mães, pelo que eu mereço e pelo meu condicionamento físico. Estou realmente orgulhosa de estar no meu 9º campeonato mundial e este é mais especial, porque minha bebê está no estádio para assistir a tudo”, escreveu Allyson no Instagram ao lado de uma foto com a filha.

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *