COELHO RARO DA CHINA É FOTOGRAFADO PELA PRIMEIRA VEZ EM 20 ANOS
loading...

COELHO RARO DA CHINA É FOTOGRAFADO PELA PRIMEIRA VEZ EM 20 ANOS

Uma espécie rara de coelho, conhecida como “pika-de-ili”, foi registrada por um fotógrafo, no noroeste da China. O animal estava passeando entre os penhascos das montanhas Tian Shan.

O ponto alto desse registro deve-se ao fato de que o pika-de-ili sempre foi uma espécie rara e “mágica” para os chineses, tornando-se ainda menos comum nos últimos anos, devido a vários fatores ambientais e climáticos. Assim, a foto desse coelho é o primeiro registro da espécie nos últimos 20 anos.

Essa aparição revelou que esse animal ainda é presente na fauna, mesmo correndo sérios riscos de extinção. As imagens foram divulgadas na edição mensal da revista National Geographic da China.
O responsável pelos cliques incríveis foi o fotógrafo Li Weidong, que também é conhecido por seu perfil conservacionista que o levou à descoberta da espécie pika-de-ili em 1983. Desde a descoberta, Li se dedicou ao estudo e registro da evolução e do declínio desses animais.

As análises são feitas com base nos rastros e excrementos do animal, que servem como pistas reveladoras sobre as áreas de habitação do bicho e sua presença na natureza. Somando suas descobertas a de outros cientistas, Li estima que o número de pikas-de-ili diminuiu de 2,9 mil para 2 mil de 1990 a 2005.

Desse modo, os estudos indicam que podem restar apenas mil animais da espécie na natureza atualmente. E tudo isso se deve, principalmente, às questões de mudanças climáticas — afinal, o pika-de-ili precisa de locais nevados para sobreviver —, pois, com o derretimento das geleiras, esses animais precisam obrigatoriamente escalar montanhas que ofereçam um pico sempre nevado.

(Fonte: Li Weidong/National Geographic/Reprodução)
Mesmo com o risco de extinção alertado pelos cientistas e registrado pela International Union for Conservation of Nature (IUCN), o pika-de-ili não está presente na Lista de Vida Selvagem da China, que garantiria Proteção Especial do Estado ao animal.

Você também deve apreciar:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *