Essas são as descobertas arqueológicas mais assustadoras já encontradas
loading...

Essas são as descobertas arqueológicas mais assustadoras já encontradas

Embora a arqueologia possa não parecer “a profissão mais emocionante do mundo”, ela certamente tem seus momentos e pode nos provar exatamente o contrário. Claro, você não encontrará múmias todos os dias, mas em certas ocasiões você pode encontrar-se face a face com alguns artefatos bastante únicos e, algumas vezes, até assustadores.

Seja qual for, confira a seguir as descobertas arqueológicas mais assustadoras já encontradas:

7 – Esqueletos de bebês

Pelo que vemos do passado de diversas culturas, muitas praticavam bastante o canibalismo, sacrifícios e torturas. Como um caso em questão, arqueólogos estavam explorando os esgotos sob a casa de banho romana/bizantina em Israel, quando encontraram algo aterrorizante: ossos de bebês. E muitos deles, por sinal.

Por algum motivo assustador, alguém na casa de banho colocou centenas de bebês no esgoto e essa ideia não deixa de ser perturbadora.

6 – O vampiro veneziano

Embora nestes dias o método mais seguro para ‘matar vampiros’ seja o perfurando uma estaca através do coração, há centenas de anos isso provavelmente não era o suficiente.

Permita-nos apresentar-lhe a alternativa antiga – uma pedrada goela abaixo. Afinal, qual é a maneira mais fácil de evitar que um vampiro sugue o sangue de alguém? O crânio da imagem acima foi encontrado por arqueólogos logo abaixo de Veneza, em uma grande sepultura.

5 – Sacrifícios Astecas

Embora tenha sido conhecido há anos que os astecas fizeram inúmeros festivais de sacrifícios sangrentos, em 2004, a terrível descoberta foi feita próxima da Cidade do México. Numerosos corpos decapitados e mutilados de seres humanos e animais mostram o quão horríveis os rituais poderiam ser.

4 – O Exército de Terracota

Embora não tão assustador quanto às descobertas anteriores, este vasto exército de terracota que foi enterrado com Qin Shi Huang, o primeiro imperador da China, é certamente incrível por direito próprio. Aparentemente, a intenção era que os soldados protegessem o imperador enquanto viajava para o além.

3 – As múmias que gritam

Ao contrário dos enterros modernos, os egípcios não levaram em conta o fato de que se você não amarrar o queixo ao crânio, ele ficará aberto parecendo um grito permanente. Embora a maioria das múmias exiba esse tipo de perfil, muitas descobertas são significativamente mais aterrorizantes. Arqueólogos descobriram múmias que parecem ter gritado durante a morte devido a algum tipo de ritual de tortura. A descoberta da imagem acima foi denominada como ‘O Homem Desconhecido’ e foi encontrada por Gaston Masparo, em 1886.

2 – O túmulo dos crânios perfurados

Ao escavar uma cama seca no lago de Motala, arqueólogos da Suécia encontraram vários crânios que tinham lanças se cruzando através de seus crânios. Como se isso não fosse o bastante, um dos crânios ainda tinha pedaços de outros crânios abarrotados por dentro.

O que aconteceu há 8 mil anos certamente não foi nada bom.

1 – Os Vikings sem cabeça de Dorset

Ao cavar uma ferrovia, trabalhadores de Dorset encontraram um pequeno grupo de guerreiros vikings enterrados abaixo do solo, todos decapitados. Primeiramente arqueólogos acharam que talvez alguns aldeões tivessem sobrevivido aos ataques e se vingado, mas após uma inspeção mais próxima, ficou menos claro identificar o que exatamente deve ter acontecido. As decapitações pareciam muito ‘organizadas’ e pareciam ter sido feitas de frente e não de costas.

Ainda não se sabe o que aconteceu, porém tudo não deixa de ser incrivelmente estranho. [List25]

Você também deve apreciar: