Esta foi a última imagem da Terra tirada de Saturno pela sonda Cassini
loading...

Esta foi a última imagem da Terra tirada de Saturno pela sonda Cassini

Foram 13 anos de descobertas no planeta mais charmoso do Sistema Solar, em uma das missões espaciais mais produtivas da história.

O projeto conjunto da NASA e da ESA consiste em dois elementos principais: a sonda Huygens e o orbitador Cassini. Lançada em 1997, a missão Cassini-Huygens revolucionou o conhecimento sobre Saturno, suas 62 luas e oito grupos de anéis.

Depois de 7 anos de viagem interplanetária, a missão chegou ao seu destino. Assim, em 2004, Cassini e Huygens se separaram:

enquanto a primeira entrava na órbita do planeta gasoso, a segunda pousava na lua Titã, rochosa como a Terra e um verdadeiro oásis para a vida como não a conhecemos.

Com o fim do combustível da Cassini, a NASA optou por sacrificar a nave. Ela “se jogou” na atmosfera às 8:54 da manhã da sexta-feira, 15 de setembro de 2017.

Esta foi a última imagem da Terra tirada de Saturno pela sonda Cassini. Créditos: NASA

Segundo o jornal The New York Times, diversas pessoas se reuniram numa sala Instituto de Tecnologia da California (EUA) para acompanhar a “missão suicida”.

No momento da colisão e destruição da sonda, houve um silêncio no ambiente, seguido de aplausos e abraços, representando a celebração de toda a história e estudos de Cassini.

Legado

Com o fim da missão Cassini, a NASA e outras agências espaciais pretendem criar um novo projeto inteiramente dedicado ao estudo da lua Titã, que se mostrou mais misteriosa do que se pensava.

Fonte:

Revista Galileu

 

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *