Estudo revela que beber cerveja e café aumenta suas chances de passar dos 90 anos
loading...

Estudo revela que beber cerveja e café aumenta suas chances de passar dos 90 anos

Ter uma alimentação saudável e praticar exercícios são as atividades mais recomendadas para quem deseja viver bem. Mas, um estudo recente revelou que beber café e cerveja regularmente também ajuda a alcançar, com saúde, os 90 anos. Intitulada “The 90 +”, essa é uma das maiores pesquisas sobre velhice no mundo e foi realizada pelo UCI MIND, departamento neurológico da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

Desde 2003, o departamento acompanhou o estilo de vida e os hábitos alimentares de mais de 14 mil idosos, a faixa etária que mais cresce no país. A cada seis meses, os participantes eram visitados por pesquisadores que realizavam testes neurológicos e psicológicos. Além disso, os idosos faziam uma série de exercícios físicos e cognitivos para avaliação de desempenho. O objetivo dos estudiosos era responder à pergunta: O que é necessário para que as pessoas vivam até os 90 anos de idade?

Entre os resultados, o UCI MIND descobriu que beber moderadamente café e cerveja pode um dos segredos para a longevidade. Os participantes que bebiam diariamente dois copos de cerveja ou vinho aumentaram em 18% sua expectativa de vida, em comparação aos abstêmios; enquanto os amantes do café tiveram 10% mais probabilidade de viver mais tempo.

Ao jornal The Daily Meal, a nutricionista americana Jennifer Markowitz advertiu que esse resultado não é uma recomendação para o consumo excessivo de bebidas alcoólicas: “Muitos dos estudos relacionados ao álcool, incluindo o The 90+, são observacionais, então nós só podemos dizer que alguma substância na bebida está associada à saúde e longevidade”.

O estudo “The 90 +” também concluiu que idosos acima do peso, na faixa dos 70 anos, apresentaram maior longevidade que as pessoas normais ou com baixo peso; e que 40% dos idosos com mais de 90 anos sofrem com demência, sendo que 50% deles não apresentam neuropatologia que explique a perda cognitiva.

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *