Fazendeiro chinês encontra fósseis de uma nova espécie de dinossauro
loading...

Fazendeiro chinês encontra fósseis de uma nova espécie de dinossauro

Um fazendeiro chinês encontrou os restos de uma nova espécie de dinossauro, que ganhou o nome de Corythoraptor jacobsi. O fóssil provavelmente pertenceu a um ancestral da avestruz ou do casuar, possuía uma crista de 15 centímetros e tinha coxas fortes. A descoberta foi relatada em pesquisa publicada no periódico Nature.
Corythoraptor jacobsi (Foto: Reprodução Zhao Chuang)

 

Os fósseis foram encontrados em condições notáveis, com o corpo preservado quase inteiramente — incluindo o crânio e o maxilar, que ajudou os especialistas chegarem na estimativa de que o animal devia ter oito anos quando faleceu.

A espécie, segundo eles, viveu entre 100 e 66 milhões de anos atrás e possuía garras que possibilitavam a caça de lagartos e até mesmo de outros dinossauros. As criaturas tinham cerca de 1,6 metros e, possivelmente, hábitos parecidos com o do casuar, ave nativa da Austrália e da Nova Guiné.

(A) Fóssil, (b) desenho e (c) ilustração da crista do Corythoraptor jacobsi (Foto: Lu, J et al/Scientific Reports 2017)

A crista do animal tinha muitas utilidades, como ostentação, comunicação e até a indicação da saúde do indivíduo durante o período de acasalamento. “É bacana ver que as comparações detalhadas com a espécie moderna foi feita neste estudo para ajudar na compreensão da função da crista em um animal extinto”, afirma Darla Zelenitsky, da Universidade de Calgary, no Canada, para a Live Scientist.

Além disso, descobertas como essa são interessantes para a hipótese de que essa região da China foi um importante ponto de desenvolvimento de dinossauros oviraptores.

O esqueleto se encontra no Museu Palentológico de Jinzhou, na China.

Casuar, animal parente do (Foto: Wiki Commons)

 

Você também deve apreciar: