Novas descobertas na Lua podem facilitar colonização
loading...

Novas descobertas na Lua podem facilitar colonização

No último mês de outubro, uma sonda de exploração japonesa encontrou uma caverna na Lua. Especialistas afirmam que cavernas como essa seriam lugares ideais para o estabelecimento de bases humanas e para um princípio de colonização da Lua.

 

O espaço descoberto pela sonda possui cerca de 100 metros de largura e 50 quilômetros de comprimento. A sonda descobriu uma abertura de 50 metros quadrados que leva até a caverna e através de análises por ondas de rádio, os cientistas acreditam que pode haver gelo e água dentro de algumas rochas na caverna. Isso poderia ajudar na obtenção de combustível para a base.

A caverna seria resultado de atividade vulcânica, datada de cerca de 3 bilhões e meio de anos. O pesquisador Junichi Haruyama, da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA, na sigla em inglês), disse em entrevista ao The Guardian, que essas cavernas de origem vulcânica “devem ser as melhores candidatas a lugares para futuras bases lunares, por causa de suas condições térmicas estáveis e potencial para proteger pessoas e instrumentos de micrometeoritos e radiação cósmica”.

Base lunar pode acontecer antes do esperado

A NASA já afirmou não ter atualmente recursos financeiros para estabelecer uma base na Lua. O programa Apollo 11, que levou os primeiros astronautas até o satélite em 1969, custaria em torno de 150 bilhões de dólares em valores atuais. Para se ter uma ideia, hoje a NASA conta com um orçamento atual de 19 bilhões e meio de dólares.

O cientista da NASA Chris McKay explica a situação atual da exploração da lua “É improvável que os Estados Unidos tenham grande atividade na Lua ou em Marte se formos os únicos atores envolvidos. Por que brincar de ‘rei da montanha’ se você é o único na montanha? Contudo, se grupos privados ou outros países estão planejando ir para a Lua e/ou Marte, então os Estados Unidos vão querer estar envolvidos, e de fato liderando”.

A solução podem ser os grupos privados citados por McKay. Companhias como a SpaceX e a ESA poderiam juntar as iniciativas que já possuem com a NASA para alcançar resultados significativos. Segundo especialistas, a exploração e colonização da Lua só será realmente possível com a ajuda da iniciativa privada.

Você também deve apreciar: