Novo estudo mostra que o colapso da floresta amazônica está muito mais próximo do que se imaginava
loading...

Novo estudo mostra que o colapso da floresta amazônica está muito mais próximo do que se imaginava

A metade da Amazônia pode se tornar uma savana.

As florestas do mundo estão diminuindo. Durante anos, resistiram ao impacto humano; – ou seria desumano?

De acordo com um novo estudo publicado na revista Science Advances, a destruição das florestas pode chegar a um ponto de crise onde não haverá mais qualquer possibilidade de retorno.

Se o desmatamento ultrapassar 20% da sua propagação original, a Floresta Amazônica atingirá o “ponto sem retorno”.

No estudo, Thomas Lovejoy e Carlos Nobre estabelecem concretamente esse ponto de inflexão, bem como identificam concretamente o que deve acontecer para que ele seja alcançado.

Essencialmente, eles queriam saber até que ponto o desmatamento poderia avançar antes que o ciclo da água da floresta deixasse de suportar a manutenção natural dos ecossistemas dentro dele e consequentemente a vida.

“Se o clima muda – por desmatamento ou aquecimento global – existe o risco de mais de 50% da floresta amazônica se tornar uma savana degradada”, disse Nobre à Euronews , enfatizando que nos últimos 50 anos, o desmatamento abriu caminho para cerca de 17 por cento da vegetação da Amazônia.

Por suas estimativas, levaria apenas três por cento adicionais para tornar a floresta não viável.

colapso da floresta amazônica
colapso da floresta amazônica

Embora o desmatamento represente um risco iminente e grave para a floresta tropical, não é a única ameaça para esses ecossistemas.

As mudanças climáticas e o uso do fogo também desempenham um papel importante na ruína em curso dessa região.

Além de potencialmente dizimar o que resta da floresta tropical (e a vida selvagem que a habitam), a degradação do ciclo da água também teria um impacto severo na população humana da América do Sul.

Não somente as florestas amazônicas estão ameaçadas. Caso as previsões se concretizem fenômenos incrivelmente belos como o registrado abaixo no Rio da Prata podem simplesmente deixar de existir.

Apesar desta previsão sombria, ainda não chegamos a este “ponto de não retorno”.

A Floresta Amazônica pode no entanto estar muito, muito próxima disso, isso é muito triste.

O tipo certo de intervenção humana poderia ajudar a afastar a floresta de uma condenação iminente – mas à luz da destruição que já foi feita, e a velocidade de sua continuação, impedir isso não seja fácil. Paralelamente o capital Financeiro e a exploraçào de recursos atua como uma força maligna contra qualquer prespectiva de melhora. Nós do Enigmas do Universo esperamos que as próximas gerações possam compreender que algumas coisas não valem a pena vender, e jamais poderão ser recuperadas da destruição causada pelo homem.

Este artigo foi originalmente publicado pelo futurism

Tradução EnigmasDoUniverso

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *