O enigmático Axolotls é 1000 vezes mais resistente ao câncer do que mamíferos
loading...

O enigmático Axolotls é 1000 vezes mais resistente ao câncer do que mamíferos

Você conhece este ser incrível? Este anfíbio é um mestre da regeneração e possui características que prometem revolucionar a medicina moderna. Veja:

Axolotls possuem capacidade de regeneração até mesmo de partes do cérebro, e de sua medula dorsal respiram pelas guelras, pela boca e pela pele e está em perigo de extinção.

Em razão de sua capacidade de regeneração, inclusive de regiões do sistema nervoso ou mesmo membros inteiros, a axolote é bastante estudado por diversos pesquisadores, sendo a esperança daqueles que tiveram membros amputados ou perda de tecidos de outras regiões do corpo, ou mesmo lutam contra uma das maiores mazelas que afligem os homens o Câncer. Esperamos que um dia estes animais podem oferecer muitas respostas escondidas entre os mistérios da Ciência.

 

Apesar de sua aparência muito “fofa” são conhecidos também como “monstros da água”. Passam toda ou quase toda a sua vida em fase larval.

Estes animais endêmicos do México, de aproximadamente 25 centímetros de comprimento, se alimentam de girinos e pequenos invertebrados, como insetos, crustáceos e minhocas. Podem viver por aproximadamente doze anos, reproduzindo-se cerca de doze meses após seu nascimento, entre junho e dezembro; ou em cativeiro, quando se promove uma brusca diminuição da temperatura.

O macho deposita seu esperma em uma bolsa, sendo este recolhido pela fêmea, por meio de sua abertura cloacal. Aproximadamente um dia depois deste evento, ela desova em pedras e/ou folhas. As larvas eclodem cerca de duas semanas depois, e se apresentam com cerca de um centímetro de comprimento.

Infelizmente, poucos exemplares são encontrados na natureza. A captura para o comércio ilegal e alimentação, juntamente com a perda de habitats são fatores que contribuíram para que se apresentassem, segundo IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza), com status de conservação criticamente em perigo.

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *