Os Seres Humanos são Alienígenas - trazidos para a Terra há milhares de anos
loading...

Os Seres Humanos são Alienígenas – trazidos para a Terra há milhares de anos

Em Diga Al-Uhaymir atual Iraque, onde a antiga cidade suméria de Kish costumava ser, os arqueólogos encontraram um dos mais antigos documentos do planeta, o tablet de Kish , que acredita-se remontar ao ano 3500 aC.

A lista de reis sumérios afirma que Kish foi a primeira cidade a ter reis após o dilúvio, começando com Jushur. O sucessor de Jushur é chamado Kullassina-bel, mas esta é realmente uma frase em sentido acadiano “Todos eles eram Senhor”. Assim, alguns estudiosos têm sugerido que isso pode significar a ausência de uma autoridade central em Kish por um tempo.

Acredita-se que este documento antigo precede a escrita cuneiforme dos sumérios e os hieróglifos egípcios por quase cem anos.

Desenvolver a capacidade de expressar pensamentos através da linguagem escrita é uma das primeiras formas em que o homem difere do reino animal.

Cinco mil anos depois os seres humanos desenvolveram eletricidade, dividiram o átomo, computadores evoluiram, e o homem foi à lua. Temos conseguido coisas que nenhuma outra espécie conseguiu até aonde sabemos. Nenhuma outra espécie na terra pode alcançar realizações tão únicas em um curto período de tempo.

Curiosamente em comparação com outras espécies nosso tempo de  ‘evolução’ é relativamente curto.

Esta é uma das maiores questões científicas de todos os tempos: Por que só a nossa espécie possui inteligência tecnológica verdadeiramente avançada?

Evidentemente, não há nada mais avançado do que os seres humanos no planeta Terra.

Embora existam diferentes formas de vida ‘inteligente’ na Terra, nenhum deles faz uso da tecnologia como nós.

Imaginem por um segundo, se por algum motivo, a humanidade tivesse que voltar para a selva, e sobreviver lá. Muitos especialistas concordam que a maioria não iria sobreviver por um período muito longo de tempo.

Muitos cientistas concordam que os seres humanos, além da sua inteligência, não são muito capazes de ocupar uma ampla gama de ambientes. Em outras palavras, estamos muito limitados quando se trata de nosso planeta.

Além de nossa inteligência fascinante, biólogos também notaram contrastes entre a fisiologia humana e de outros animais na terra. Muitos cientistas concordam que em comparação com outras espécies na Terra, os humanos são bastante estranhos. Por exemplo, um cavalo bebê quando nasce, é capaz de andar e funcionar quase de forma independente, mas um bebê humano não pode, nasce perfeitamente impotente. Em outras palavras, nascemos antes de ser neurologicamente prontos para a vida.

Muitos pesquisadores concordam que há muitas vulnerabilidades que acompanham a nossa inteligência.

Os seres humanos tornaram-se bípedes liberando nossas extremidades superiores que nos permitem manipular objetos, criar ferramentas e muito mais. No entanto, com isso os especialistas acreditam que a nossa espécie pagou um preço caro demais: a dor lombar por exemplo, de acordo com muitos especialistas nos diz muito sobre a nossa espécie. Curiosamente, outros animais na Terra não tem esse problema. É como se apenas os seres humanos fossem afetados por alguns desses problemas.

Então, o que tudo isso significa? Segundo um especialista, isso significa que nós somos os verdadeiros Aliens que temos procurado o tempo todo.

 

Ser Humano: Um Ser Único

Uma nova teoria proposta pelo Dr. Ellis prata afirma que existem vários sinais indicadores presentes na raça humana que sugerem que os seres humanos não evoluíram ao lado de outras formas de vida na Terra.

De acordo com o Dr. Ellis, os seres humanos podem sofrer de dor nas costas, porque nossa espécie inicialmente evoluiu em outro planeta com uma gravidade mais baixa, Dr. Ellis também indica que é estranho que os recém-nascidos tenham cabeças grandes demais tornando o parto difícil para as mães, o que pode resultar em fatalidades para ambos mãe e filho. O fato de ficarmos facilmente queimados expostos ao Sol também é intrigante para o cientista.

Nenhuma outra espécie tem estes problemas, diz ele.

Além disso, ele também acredita que os humanos não foram projetados para ficarem expostos ao Sol, como aqui na Terra, pois não podem ficar banhando ao Sol por mais de uma ou duas semanas – diferentemente de um lagarto – e não podem ficar expostos ao Sol o dia todo sem terem problemas.

O Dr. Ellis também alega que os humanos estão sempre doentes e isto pode ser devido aos ‘relógios biológicos’ dos nossos corpos terem evoluído para esperarem um dia de 25 horas, como já foi provado por pesquisadores.

Esta não é uma condição moderna; os mesmos fatores podem ser traçado desde o começo da história humana na Terra“, diz ele.  Ele sugere que o homem Neanderthal, tal como o Homo erectus, foram um cruzamento com outras espécies, talvez de Alfa-Centauro, que é o sistema estelar mais próximo do nosso sistema solar, a aproximadamente 4,37 anos luz de distância.  De acordo com o Dr. Ellis, as pessoas sentem que não pertencem a este planeta.

Isto sugere (pelo menos para mim) que a raça humana possa ter evoluído num planeta diferente, e que um dia podemos ter sido trazidos aqui como um espécie em desenvolvimento.  Uma razão para isto… é que a Terra possa ser um planeta prisão, já que parecemos ser uma espécie naturalmente violenta, e estamos aqui até que aprendamos a nos comportar“, ele disse.

Para o Dr. Ellis, a intenção do seu livro é a de criar um debate, ao invés de ser um estudo científico e ele espera que irá levar as pessoas a contatá-lo com mais sugestões para ‘evidência’.

 

A Origem em Alpha Centauri

Então, onde viemos? De acordo com o Dr. Ellis, os neandertais foram provavelmente cruzados com outras espécies, talvez do sistema estelar Alpha Centauri -que é um dos sistemas solares mais próximos a Terra-no passado distante, dando origem aos humanos modernos.

Dr. Ellis conclui que a humanidade não evoluiu a partir dessa estirpe particular de vida, mas evoluiu em outro lugar e foi transportada para a Terra (como Homo sapiens totalmente evoluído) entre 60.000 e 200.000 anos atrás.

Além disso, como observado por Robert Sepher, de acordo com o sequenciamento de DNA moderno, a humanidade como a conhecemos não é apenas uma ‘raça’ única descendente do mesmo ancestral na África, mas uma espécie híbrida, com uma distante verdade mais enigmática ainda por trás de tudo.

DNA Alienígena

Muitas questões foram levantadas na discussão sobre o sangue Rh negativo. Se a humanidade na verdade evoluiu a partir de um ancestral Africano mútuo, as teorias afirmam que o sangue de todos seria compatível, mas, infelizmente, este não é o caso. Isto levanta muitas perguntas que a ciência por si só não tem sido capaz de responder plenamente. De onde é que o sangue Rh negativo vem? E por que é que uma mãe Rh negativo transportando crianças Rh positivo tenta rejeitar sua própria prole? É possível que isto pode ser explicado por uma teoria bastante controversa? Uma teoria que sugere que a humanidade não é de fato uma singular, mas uma espécie de híbrido.

O Dr. Ellis diz que apesar do planeta dar conta das necessidades humanas, a Terra talvez não sirva para interesses da espécie tanto quanto imaginavam os alienígenas que aqui nos depositaram.  Em seu livro, ‘Humans are not from Earth: A Scientific Evaluation of the Evidence’ (‘Humanos não são da Terra: Uma Avaliação Científica da Evidência’ – trad. livre n3m3) o cientista indicou que a raça humana possui defeitos que a caracteriza como não sendo deste mundo.

A raça humana é supostamente a espécie mais avançada no planeta, todavia ela é surpreendentemente inapropriada e má equipada para o ambiente da Terra: prejudicada pela luz solar, um gosto desfavorável aos alimentos que naturalmente ocorrem aqui, taxas ridiculamente altas de doenças crônicas e mais“, ele disse em entrevista.

No livro escrito por Robert Sepehr Espécie com Amnesia: Nossa História Proibida podemos pesquisar mais sobre o tipo de sangue enigmático Rh-negativo. Não só Espécies com Amnesia sugerem que a humanidade é, de fato, uma espécie híbrida, o autor sugere que as civilizações altamente avançadas estiveram na Terra antes de nós, apenas para ser destruída por alguma grande catástrofe global misteriosamente.

Sepehr argumenta que para cada raça que morreu mundo afora, outra tomou o seu lugar, com algumas poucas send capazes de preservar parte das memórias e conhecimento sagrado das raças passadas. Em nossa vaidade, pensamos ter descoberto algumas das grandes verdades da ciência e tecnologia, mas na verdade estamos apenas começando a redescobrir a profunda sabedoria de civilizações passadas. Em muitos aspectos, somos como uma espécie em despertar com Amnesia, e o desejo de recuperar o nosso passado esquecido. –

O povo basco da Espanha e da França tem o maior percentual de sangue Rh negativo. Cerca de 30% ter (rr) Rh negativo e cerca de 60% transportam uma (r) gene negativo.

“Há 612 espécies de primatas e subespécies reconhecidas pela União Internacional de Convensão da Natureza (IUCN), e não encontramos sangue Rh negativo em nenhuma delas”. – Robert Sepehr

Embora outros cientistas dizem que algumas bactérias vieram para a Terra do espaço, Chris McKay, um astrobiólogo da NASA, disse que chegar à conclusão de que elas sejam vida alienígena é um “salto enorme“.  Já, o Professor Wainwright, da Universidade de Sheffield, planeja investigar mais a fundo a tese da vida ter vindo de fora e acredita que ela está constantemente chegando do espaço, e não é oriunda da Terra.

O Dr. Ellis diz que, apesar de sua ideia ser uma evolução extrema da tese da vida ter vindo de fora do planeta, a intenção dele é a de provocar as pessoas a pensar e ele alega ter tido uma reação altamente positiva sobre sua tese.

A minha tese propõe que a raça humana não evoluiu como parte da linhagem de vida [natural deste planeta], mas evoluiu em algum outro lugar e foi transportada para Terra, como Homo sapiens, completamente evoluído, entre 60.000 e 200.000 anos atrás“, diz ele.

Fonte: www.dailymail.co.uk

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *