Polvo escala aquário, rasteja pelo chão e escapa pelo encanamento até o oceano
loading...

Polvo escala aquário, rasteja pelo chão e escapa pelo encanamento até o oceano

GIF Polvo-Fugindo

Ele sequer tentou encobrir seus rastros. Quando a equipe do Aquário Nacional da Nova Zelândia percebeu que ele havia sumido, as marcas de sucção foram a principal pista para a solução do mistério.

Inky (como é chamado o polvo) disse “até mais” pro seu companheiro de aquário, deslizou por uma abertura deixada pelo pessoal da manutenção no alto da sua prisão e, conforme evidenciado pelos rastros, fez seu trajeto pelo chão até um dreno de 6 polegadas. Ele então espremeu seu corpo do tamanho de uma bola de futebol (polvos são muito maleáveis) e seguiu pelo encanamento até o oceano pacífico.

Esses animais são de fato muito inteligentes 😀

GIF Polvo Escapa

“Ele conseguiu escapar por um dos drenos que dão acesso ao oceano. E lá se foi”, disse o gerente do aquário, Rob Yarrall. “E ele nem sequer nos deixou uma mensagem…”.

A versão cefalópode de “Um sonho de liberdade” aconteceu há 3 meses, mas só veio a público nesta última terça-feira. Inky, que já tinha um certo renome na cidade costeira de Napier, rapidamente se tornou uma celebridade  festejada entre os estrangeiros.

Ele estava no aquário desde 2014, após ser capturado num cesto de caranguejos com lacerações no corpo e ferimentos nos braços.

Kerry Hewitt, o curador do aquário, havia dito na época da captura que “Inky se acostumaria ao aquário”, mas que “a equipe teria que mantê-lo entretido, ou ele ficaria entediado”. Adivinhe o que aconteceu.

inky

O polvo escapista Inky, em uma de suas últimas fotos tiradas no aquário, para o qual nunca mais voltará.

Esta não é a primeira vez que um polvo aprisionado decide agir pelas suas próprias mãos – ou melhor, tentáculos. Em 2009, dois polvos do Aquário de Santa Mônica (Califórnia) desmontaram uma válvula de reciclagem de água e direcionaram um cano despejando água para fora do tanque por 10 horas, causando uma enorme inundação. Na ocasião, a Scientific American perguntou à especialista em polvos Jennifer Mather sobre a inteligência desses animais e registros prévios de escapadas.

“Eles são muito fortes, e é praticamente impossível manter um polvo em um tanque […] Eles simplesmente desmontam as coisas”, disse Jennifer. “Eu já li sobre um robô submarino que foi colocado em um grande aquário; um polvo conseguiu segurá-lo e o desmontou peça por peça. Também há outra história famosa de 100 anos atrás sobre o Aquário de Brighton na Inglaterra, onde um polvo saiu do seu tanque à noite quando ninguém estava olhando, foi até o tanque mais próximo, comeu um lumpfish (uma espécie de peixe) e voltou pro seu próprio tanque, onde foi encontrado sossegado na manhã seguinte”.

O gerente do aquário, Rob Yarrall, disse que não há planos para substituir Inky, mas que pretende reforçar a segurança do tanque que ainda abriga o polvo remanescente.

“Eles estão sempre explorando e são grandes escapistas […] Nós estaremos vigiando o outro”, reforçou o gerente.

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *