Seriam os gatos da espécie Sphynx Aliens?
loading...

Seriam os gatos da espécie Sphynx Aliens?

Conheça a origem dessa espécie bizarra. O nome sphynx (esfinge) foi escolhido pela semelhança com a grande esfinge de Gizé, Egito.

As imagens a seguir deste ser estranhíssimo podem nos fazer pensar que se trata de uma herança alienígena mas isso não é correto. O gato sphynx nasceu com estas características peculiares devido a uma mutação genética.

No ano de 1966, em Ontário no Canadá, em uma ninhada de gatos, nasceu um filhote totalmente nu. Na ninhada seguinte da mesma gata, o fenômeno voltou a acontecer, um acidente genético.

Estes gatos nus foram utilizados em cruzamentos e deram origem a uma nova raça felina, cujos exemplares começaram a ser chamados “Moon’s Cats” (Gatos da Lua), e em seguida de “Canadian naked”(Canadense nu) e finalmente com o nome que têm actualmente, SPHYNX.

O Sphynx não é totalmente pelado, ele possui uma camada de penugem fina espalhada pelo corpo, tanto que quem o toca tem a impressão de estar tocando um pêssego quente.

 

 

 

 

 

Todas as cores e padrões são aceitos e podem se apresentar em qualquer estágio da maturidade. Inclusive, podem apresentar coloração ponteada, como os Siameses. É um gato de estrutura bem desenvolvida e deve apresentar uma barriguinha, como se tivesse acabado de jantar. Os olhos do Sphynx são grandes e em formato de limão.

A maioria das pessoas pensa que, por ser “pelado”, o Sphynx é hipoalergênico e seria o gato ideal para pessoas alérgicas, mas isso não é totalmente verdade. Se a pessoa é alérgica a pelos, provalvelmente não terá grande problemas tendo um Sphynx, mas se a alergia for a saliva ou pele, terá problemas como com qualquer outro gato.

Ele perde calor corporal com muita facilidade devido à ausência de pelos , além de ter sensibilidade extrema à anestesia, vacinas e pesticidas.

O Sphynx está entre as 10 raças de gatos mais amigáveis e simpáticas.

Eles têm nível de atividade alto, são inteligentes, gostam de brincar, são extremamente apegados ao dono, apreciam colo e – milagre! – gostam de receber visitas. Convivem bem com cães e outros gatos, mas preferem a companhia humana, tanto que gostam de colo e adoram dormir com seus humanos, o que é bastante conveniente, já que precisa se manter aquecido.

Quando em 2013 a fotógrafa Alicia Rius descobriu os Sphynx, uma raça de gatos bastante diferente do comum, ficou completamente apaixonada. Sem pêlos, esta raça de gatos oriunda do Canadá, deve a sua estranha aparência à alopécia hereditária.

Fascinada com as características pouco comuns deste animal, Alicia fez uma busca intensa na internet por exemplares desta raça, sempre com a esperança de os fotografar para mostrar ao mundo a beleza escondida desta espécie.

No seu trabalho “A estranha beleza dos gatos Sphynx – The Disturbing Beauty of the Cat”, a fotógrafa tenta captar ângulos, expressões e posições que revelam as particularidades da raça tão diferente dos amigos de quatro patas que temos lá por casa.

“Um gato sem a camada protectora dos pêlos fica mais exposto, permitindo-me explorar ao máximo cada emoção e sensação, nua e crua, que os gatos Sphynx são capazes de provocar em cada um de nós”, explica Alicia.

Fotos: Alicia Rius / via Bored Panda

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *