Sociedade Planetária teme declínio de missões da NASA em Marte
loading...

Sociedade Planetária teme declínio de missões da NASA em Marte

Reprodução da chegada da sonda Curiosity ao planeta vermelho (Foto: Divulgação/NASA)

Um comunicado divulgado pela Sociedade Planetária, organização não governamental criada em 1980, alerta para o risco de um “declínio” das missões robóticas planejadas para a exploração de Marte nos próximos anos. De acordo com Casey Dreier, diretor de política espacial da Sociedade Planetária, o orçamento da NASA destinado a novos projetos para o planeta vermelho caiu nos últimos anos e não há missões de grande escala programadas para depois de 2020.

A grande aposta da agência espacial norte-americana acontecerá na missão Marte 2020, com um robô que terá uma tecnologia capaz de trazer de volta para a Terra amostras recolhidas do solo marciano. Antes disso, em 2018, a NASA lançará a missão InSight, em que uma sonda equipada com um sismógrafo percorrerá o planeta — esse projeto ainda faz parte do Programa Discovery, que tem o objetivo de explorar o Sistema Solar.

Fundada no estado norte-americano da Califórnia por cientistas como Carl Sagan e Bruce C. Murray, a Sociedade Planetária defende que a NASA inicie um planejamento para desenvolver sondas e robôs exploradores para além da missão Marte 2020.

De acordo com o grupo de pesquisadores, é necessário criar uma estratégia para a criação de sondas e satélites capazes de estabelecer comunicação com a Terra em alta velocidade e mapear o território marciano com alta resolução.

Você também deve apreciar: