Sonda Opportunity da NASA celebra 5 mil dias em mundo marciano
loading...

Sonda Opportunity da NASA celebra 5 mil dias em mundo marciano

No último Sábado, o rover Opportunity da NASA celebrou um aniversário monumental: já se encontra em missão há 5 mil dias marcianos! É um marco de grande importância para esta missão da NASA no solo do planeta vermelho na medida em que, inicialmente, era previsto que apenas aguentasse 90 dias. Este é um de dois veículos a funcionar de momento em Marte, sendo o outro denominado Curiosity e também pertencente à agência espacial americana.

O robô superou as expectativas dos cientistas, que acreditavam que ele só sobreviveria por 90 dias no planeta vermelho (cada dia em Marte é 40 minutos mais longo que o nosso). Isso porque a sonda Opportunity é movida por energia solar e os engenheiros não esperavam que ela sobrevivesse ao inverno de Marte.

ILUSTRAÇÃO DA SONDA OPPORTUNITY (FOTO: NASA/JPL/CORNELL UNIVERSITY, MAAS DIGITAL LLC)

O Opportunity foi lançado no dia 7 de Julho de 2003, ao lado de outro veiculo denominado Spirit. O par chegou a Marte no mesmo mês de Janeiro de 2004, mas em lados opostos do planeta. Era calculado que nenhuma das máquinas aguentasse mais do que 90 dias marcianos (que duram mais 40 minutos do que os dias terrestres) porque o seu funcionamento depende da energia solar, e os cientistas da NASA calcularam que seria impossível sobreviverem ao Inverno de Marte (que dura o dobro do tempo do nosso Inverno) por falta de energia.

Porém, as projecções iniciais da NASA estavam erradas e a Opportunity já sobreviveu a 8 invernos marcianos (a spirit ficou entretanto presa em areia e, consequentemente, inutilizável)

Conquistas

Em 14 anos terrestres, Opportunity passou por oito invernos marcianos e, mesmo assim, conseguiu contribuir com importantes informações sobre a composição do solo e das rochas de Marte. Um de seus marcos foi o achado de evidências de que, um dia, o Planeta Vermelho teve abundância de água em sua superfície, descoberta feita em sua sexta semana de trabalho.

Opportunity foi também o responsável pela primeira análise da atmosfera de Marte e por observações sobre a ocultação do Sol no planeta pelos satélites naturais Phobos e Deimos.

Mas a sonda também passou por maus bocados: uma vez, ela ficou presa por 38 dias em uma duna, que passou a ser chamada de Duna do Purgatório pelos cientistas da Nasa. Hoje, livre novamente, Opportunity está a 45 quilômetros de onde aterrissou, na Cratera Endurance, rumo à análise do Perseverance Valley, onde os cientistas procuram por respostas sobre as origens do planeta.

Como pontua Callas, “mais importante do que os números são a exploração e as descobertas científicas”.

(Com informações do IFLScience)

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *