Tatus gigantes de 20 mil anos são descobertos na Argentina
loading...

Tatus gigantes de 20 mil anos são descobertos na Argentina

A espécie encontrada era herbívora, pesa cerca de mil quilos e foi extinta há mais de 10 mil anos.

Arqueólogo examina o fóssil adulto encontrado no leito seco. (Créditos da imagem: CEN/Incuapa-Conicet).
Um fazendeiro que andava tranquilamente por um leito seco de um rio encontrou duas estranhas couraças fossilizadas, do tamanho de um carro, em Buenos Aires, na Argentina. Desconfiado das características, ele chamou o órgão de paleontologia local para realizar uma verificação.

Após escavações, os paleontologistas do Instituto de Investigações Arqueológicas e Paleontológicas do Quaternário do Pampa descobriram quatro fósseis de gliptodontes, uma espécie de tatu sul-americano extinto há aproximadamente 10 mil anos.

Conforme relatado pelo paleontologistas, os fósseis eram de dois adultos e dois filhotes, pesando cada um cerca de uma tonelada.

“É a primeira vez que existem quatro animais assim no mesmo local. A maioria estava na mesma direção como se estivesse caminhando em direção a alguma coisa”, disse o arqueólogo Pablo Messineo, responsável pela equipe de escavação. [Aventuras na História].

Você também deve apreciar:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *