Todo o Universo pode não ser real?
loading...

Todo o Universo pode não ser real?

Será que o seu cérebro é real ou é um Cérebro de Boltzmann? Caso você nunca tenha ouvido falar neste paradoxo, chegou o momento de abrir a mente a ver o mundo de outra forma.

Tudo começou com o físico austríaco Ludwig Boltzmann (1844-1906). Ele chegou à conclusão que enquanto a entropia de um sistema (sua medida de desordem) sempre aumenta, existe a pequena possibilidade de uma flutuação quântica organizar um sistema em desordem.

A partir deste trabalho, surgiu a ideia de que é muito mais provável que uma flutuação quântica crie alguma coisa simples do que uma coisa tão complexa como o nosso Universo. Mas o que seria essa coisa mais simples? Ela seria uma entidade autoconsciente que acredita ser uma pessoa em um mundo cheio de outras pessoas e história.

Mas tal pessoa (que na verdade seria apenas uma entidade autoconsciente) só teria todos estes conhecimentos e experiências porque teria sido feita dessa forma pela flutuação que a criou. Seria como se não houvesse nada no universo além da autoconsciência. Em outras palavras, seria como se você não existisse, e sim sua autoconsciência.

Esse tipo de entidade foi apelidada de “Cérebros de Boltzmann” pelos físicos modernos Andreas Albrecht e Lorenzo Sorbo. Eles não estavam preocupados exatamente com a existência de tais cérebros; o que eles queriam era usar esta ideia para destacar os absurdos e limitações das flutuações da termodinâmica.

Os Cérebros de Bolzmann também foram chamados de paradoxos filosóficos que não podem ser provados. O físico Sean Caroll, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, os chamou de “cognitivamente instáveis: “eles não podem simultaneamente ser reais e justificadamente críveis”. Ele foi o autor do artigo científico “Por que os Cérebros de Bolztmann são ruins”.

Mas debates nesta área persistem, já que a ideia é difícil de ser desbancada. Afinal de contas, se você for realmente um Cérebro de Bolztmann, todos os argumentos que você usar para provar ou negar a ideia poderiam ser simples alucinações que a sua consciência está criando.

Outros tipos de pensamentos solipsismos (a negação de tudo o que está fora da experiência do indivíduo, ou um ceticismo extremado) tem sido apresentados recentemente. Elon Musk anunciou em 2016 que acredita que nossa realidade é na verdade uma simulação de realidade virtual tão perfeito que nem percebemos que estamos nele. [Big Think]

Você também deve apreciar:

Mostrar
Hide Buttons