TRIÂNGULO DAS BERMUDAS FAZ MAIS VÍTIMAS E AINDA É UM ENIGMA
loading...

TRIÂNGULO DAS BERMUDAS FAZ MAIS VÍTIMAS E AINDA É UM ENIGMA

Muitos desaparecimentos, aparentemente inexplicáveis, cercam o local e muitas especulações são levantadas.

O Triângulo das Bermudas é cercado de mistérios. Este local compreende o Arquipélago das Bermudas, a ponta do estado da Flórida, nos Estados Unidos, e a cidade de San Juan, em Porto Rico, que formam um grande triângulo imaginário de muitos km². Muitos desaparecimentos, aparentemente inexplicáveis, cercam o local e muitas especulações são levantadas.

Em maio deste ano outro misterioso acidente, nesta localização, fez novas vítimas. Desta vez, foi a organizadora de eventos e CEO da empresa Skylght, Jennifer Blumin de 40 anos,  que viajou para Porto Rico com o namorado Nathan Ulrich de 52 e os dois filhos,Theodore de 3 e Phineas de 4, para passar o Dias das Mães. Ela tinha um pequeno avião privado Mitsubishi MU-2B-40.

No dia 15 de maio eles estavam voltando para casa em Nova York. Nathan era um piloto experiente e estava no comando da aeronave. Eles decolaram em Aguadilla, no aeroporto Rafael Hernandez (Borinquen), em Porto Rico, às 11h08 e fariam um pouso às 14h44 em Titusville,  no Aeroporto Regional Space Coast, no sul da Flórida, para reabastecer a aeronave.

No entanto, às 14h10, quando o avião estava 59 Km a leste de Eleuthera, nas Bahamas, o controle de tráfego aéreo de Miami não conseguia mais localizar a aeronave no radar. Aparentemente, não havia nada de errado com o tempo. O avião simplesmente desapareceu voando a uma altitude de 7 mil metros a 547 Km/h.

No dia seguinte, 16 de maio, uma operação de busca foi iniciada pela US Coast Guard. A Força de Defesa das Bahamas e a Força Aérea dos EUA também se juntaram à operação. Um helicóptero da Guarda Costeira dos EUA conseguiu localizar um campo de detritos flutuantes no oceano Atlântico, a cerca de 24 Km a leste de Eleuthera. A operação durou cerca de 30 horas.

Apenas um assento e poucas peças da fuselagem do jato foram encontrados, mas tudo indicava que as partes localizadas eram realmente do MU-2B. No entanto, nenhum dos corpos foram encontrados.

No final do ano passado, diversos sites divulgaram que o mistério que envolve o Triângulo das Bermudas havia sido revelado e publicaram a afirmação do renomado cientista australiano Karl Kruszelnicki, dizendo que a quantidade de aviões e barcos que desaparecem naquela área é exatamente a mesma de qualquer outro lugar do mundo.

Outra teoria existente é a do pesquisador Radall Cerveny, do Arizona. Segundo Cervny, nuvens hexagonais incomuns se formam naquela região, provocando correntes de ar cuja velocidade pode alcançar até 274 Km/h. Comparadas com furacão, essas nuvens causam explosões no ar e provocam ondas de até 15 m no oceano.

Então, o que poderia ter acontecido com o vôo? Pelos relatos profissionais não existiam adversidades com o tempo, porém, não se pode descartar a falha de equipamento ou o erro humano. Esse incidente deve ser tratado como um caso comum ou como um fenômeno misterioso do Triângulo das Bermudas?

Você também deve apreciar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *