Tubarão bizarro que brilha no escuro é identificado
loading...

Tubarão bizarro que brilha no escuro é identificado

Uma pequena, nova e bizarra espécie de tubarão de águas profundas foi identificada por pesquisadores. Seus espécimes vivem em profundidades abaixo de 300 metros, nas ilhas havaianas. O animal recebeu o nome formal Etmopterus lailae e é uma espécie de tubarão lanterna.

A nova descoberta pesa menos de 900 gramas e é capaz de brilhar no escuro, uma característica comum da espécie. Embora os cientistas não tenham certeza para o propósito dessa habilidade, alguns sugerem que seja uma espécie de camuflagem, ou algo usado como atração para presas, ou como forma de reconhecimento para parceiros sexuais, como uma cauda de pavão subaquática.

“Existem apenas cerca de 450 espécies conhecidas de tubarões em todo o mundo e você não se depara com uma nova espécie muitas vezes”, comemora o co-autor do estudo Stephen Kajiura, da Florida Atlantic University, nos EUA. “Uma grande parte da biodiversidade ainda é desconhecida, então, para tropeçar em uma pequena e nova espécie de tubarão em um oceano gigantesco é realmente emocionante. Esta espécie é muito pouco estudada por causa do seu tamanho e do fato de que ela vive em águas muito profundas. Eles não são facilmente visíveis ou acessíveis como tantos outros tubarões”.

838w, 600w, 768w, 1000w” alt=”” width=”838″ height=”559″ />

Este novo tubarão foi descoberto pela primeira vez há 17 anos. Quando o espécime foi apresentado pela primeira vez em um artigo, um dos revisores sugeriu que ele poderia pertencer a uma espécie diferente. Os pesquisadores tiveram que fornecer medições precisas do tubarão lanterna e compará-lo meticulosamente com espécimes alojados em outros museus.

“Os aspectos e características únicas desta nova espécie diferenciam-na dos outros tubarões lanterna”, diz Kajiura. “Por um lado, tem uma forma de cabeça estranha e um focinho invulgarmente grande e inchado, onde suas narinas e órgãos olfativos estão localizados. Essas criaturas vivem em um ambiente profundo e quase sem luz, então precisam ter um grande órgão farejador para procurar comida”, explica.

838w, 600w, 768w, 1000w” alt=”” width=”838″ height=”472″ />

O espécime também tem marcas de flanco ventral indo para a frente e para trás. Além de ter essas marcas, suas barrigas têm flancos bioluminiscentes, o que lhes permite brilhar. Em comparação com outras espécies de tubarões lanterna, eles não têm escamas sob seu focinho longo, têm menos dentes e um número diferente de vértebras. Os cientistas ainda devem observar um exemplo vivo desta nova espécie de tubarão, mas a descoberta nos mostra mais uma vez que há uma grande variedade de vida que ainda estamos para descobrir nos oceanos da Terra. [I Fucking Love Science]

Você também deve apreciar:

Cobra trocando de pele. Sinistro!
O governo foi chamado após criatura enorme não identificada ter aparecido na costa
25 LUGARES INCRÍVEIS PRA VIAJAR NA AMÉRICA DO SUL
21 animais gigantes que você não vai acreditar que realmente existem
Enigma das cachoeiras de sangue da Antártida finalmente revelado
O Lago 'Stone Animal' é realmente alucinante visto do Espaço
Documento da NASA revela: ''Nibiru vem e com ele o fim de toda a raça humana na terra''
Pesquisadores encontraram este peixe bizarro no mar profundo da Austrália
Navio que havia sumido no Triângulo das Bermudas reaparece após 90 anos
Cobra Python monstruosa morta na Indonésia depois de atacar homem
Seriam os gatos da espécie Sphynx Aliens?
“Os polvos são o que de mais parecido com uma inteligência extraterrestre podemos encontrar na Terra...
Mostrar
Hide Buttons